Queijadas da Dona Amélia: um pecado irresistível!

Queijadas da Dona Amélia: um pecado irresistível!

Já conhece a História destas queijadas da Dona Amélia?

Diretamente da ilha Terceira para o meu livro, “Receitas dos Açores”, chegaram estas Queijadas da Dona Amélia. Sendo um doce conventual, as queijadas resultam da adaptação de uma receita que já existia, o Bolo das Índias, confecionado com especiarias.

Esta mudança aconteceu em 1901, aquando da primeira visita da Rainha D. Amélia e do Rei D. Carlos à ilha açoriana. A população até decidiu dar este nome ao doce, como uma forma de homenagem à monarca.

No entanto, apesar dessa transformação, há ingredientes que se mantêm. Ou seja, é óbvio que, como a maior parte dos doces, as queijadas da Dona Amélia contam com açúcar, ovos, manteiga… Mas a verdade é que o gosto a especiaria da Índia também existe nas queijadas. Afinal, sempre se pode encontrar uma pitada de noz-moscada e um toque de canela.

Mas, mais do que uma herança do Bolo das Índias, a presença destas especiarias reflete a relevância histórica que a ilha Terceira teve no comércio destes ingredientes.

Sabe aqueles doces típicos, cuja presença é obrigatória na mesa do Natal e do Carnaval para um lanche em família? Este é um desses casos!

Quer saber como preparar esta iguaria? Encontre esta e outras receitas no meu recente Livro “Receitas dos Açores”. Adquira já o seu exemplar aqui!

(Visited 882 times, 1 visits today)

Related Posts

Bolo de chocolate: uma receita tão simples… e tão deliciosa!

Bolo de chocolate: uma receita tão simples… e tão deliciosa!

Este bolo de chocolate é fofinho… e é mesmo de chorar por mais! Não, nem todos os bolos de chocolate têm de ser iguais. Por exemplo, uns não têm um único grama de açúcar e farinha. Outros combinam chocolate com frutos, enquanto há bolos de […]

Receita para o Dia dos Namorados: folhados de maçã

Receita para o Dia dos Namorados: folhados de maçã

Esta receita de folhados de maçã é super rápida! E é cá uma maravilha… Neste ano, decidiu encher a mesa, para dois, do Dia dos Namorados, com um doce mais delicioso do que outro, mas o tempo não dá para tudo e só lhe resta […]



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.