Afinal de contas, o café faz bem ou mal à saúde?

Afinal de contas, o café faz bem ou mal à saúde?

Actualmente, são poucos os que vivem sem cafeína. Seja de manhã, depois do almoço, ao final da tarde e até mesmo à noite, a bela da boa “bica” está tão enraizada nos nossos hábitos que nem perdemos tempo a debruçar-nos sobre se efectivamente este hábito é benéfico ou prejudicial para a saúde.  Há quem diga que faz muito bem, mas há quem diga o contrário. Uns assumem-se dependentes da cafeína, mas outros admitem tomar por gosto e não por necessidade. Afinal, quais os efeitos do café no nosso organismo?

 

Cafeína

Chamá-lo de comida ou bebida, o café é livre de qualquer valor nutricional, e, como indecente que possa parecer, nós consumimo-lo exclusivamente para o nosso próprio prazer. Sim, o teor da cafeína no café é parcialmente responsável por esse prazer. A cafeína age como um estimulante suave sobre o sistema nervoso central, o que proporciona uma aceleração nos processos de memória, ideias-associações mentais, bem como uma melhor coordenação nos movimentos.

Uma chávena de café normal contém cerca de 100 a 150 miligramas de cafeína. Este é o valor considerado como o consumo moderado. Já o consumo médio, considera-se aquando a ingestão de 3 a 4 cafés normais por dia. Em algumas horas, dependendo de pessoa para pessoa, a cafeína é eliminada do corpo.

A particularidade do café é precisamente semelhante aos outros alimentos e bebidas, ou seja, os seus efeitos variam de acordo com a dosagem ingerida: moderadamente é saudável e benéfico para o organismo, já em excesso pode ser veneno. Os efeitos nocivos do café revelam-se após a ingestão de 550 miligramas de cafeína em mulheres e 700 miligramas nos homens. Estes efeitos são nomeadamente dores de cabeça, náuseas e petulância. De ressalvar que a ingestão de cafeína não é recomendada perante a existência de determinadas patologias de saúde.

 

Acidez

A acidez é o principal componente do sabor do café. Este é o responsável pelo potencial negativo que o café contém sobre as funções digestivas.  Contudo, até mesmo este factor negativo não é valorizado por entre a comunidade médica, dado os restantes pontos positivos que possui a ingestão de café.

 

Os benefícios do café

A verdade é precisamente que o café contém inúmeros factores benéficos para o nosso organismo. Nomeadamente, é considerado como um calmante para o problema de asma. O café contém antioxidantes naturais denominados flavonóides que são amplamente conhecidos como que uma espécie de “camada protectora” desta doença.

Para além disso, os benefícios do consumo moderado de cafeína estendem-se a outros ramos. Potencia fortemente a actividade sensorial e da memória assim como também proporciona benefícios no estado de humor e alerta.

 

No fundo, a verdade é que, para além dos inúmeros benefícios atestados pela comunidade médica, o puro prazer que é degustar uma boa chávena de café já vale por si.

E o melhor mesmo é que pode optar por realizar a sua ingestão diária de cafeína inserindo-a noutros alimentos e bebidas, como é o caso do Salame de Café.

(Visited 708 times, 1 visits today)

Related Posts

Atenção: estes quatro alimentos aumentam a sensação de fome!

Atenção: estes quatro alimentos aumentam a sensação de fome!

Sabia que estes ingredientes aumentam a sensação de fome? Por vezes, no final de uma refeição, é dominado por uma sensação estranha e acha que, na verdade, até fica com mais fome do que tinha no começo? De facto, existem ingredientes que não só o […]

Nunca aqueça estes 4 alimentos, no micro-ondas!

Nunca aqueça estes 4 alimentos, no micro-ondas!

Estes 4 alimentos devem ficar bem longe do micro-ondas… Saiba porquê! Pela falta de tempo ou, simplesmente, por preguiça, quantas vezes não aquece o seu almoço ou jantar, no micro-ondas? É da maneira que também evita o desperdício alimentar, certo? No entanto, sabia que existem […]