Massa mãe: um fermento caseiro, natural e saudável para fazer o seu pão!

Massa mãe: um fermento caseiro, natural e saudável para fazer o seu pão!

Após muitos pedidos, apresento a minha receita de massa mãe!

Não podia haver dia mais apropriado – o Dia da Mãe – para apresentar a receita de hoje! Afinal, essa simples palavra – com três letrinhas apenas, mas com todo o significado – dá o nome a esta massa, com a qual pode fazer o seu próprio pão para acompanhar os mais diferentes pratos. Dá trabalho… mas o resultado compensa e muito! Então, fique com esta receita de massa mãe!

Receita de massa mãe

Material necessário

– 1 frasco
– Balança
– Vara para mexer
– Caneta de acetato
– Película aderente

Ingredientes

– 60 gr de farinha de trigo integral
– 60 gr de água engarrafada (não utilizar da torneira) à temperatura ambiente

Preparação:

Em primeiro lugar, coloque a farinha e a água no frasco e misture muito bem.
Tape o frasco, mas não deve enroscar a tampa, deve só colocar por cima. Se não tiver tampa, pode utilizar película aderente para tapar.
Entretanto, marque com uma caneta o limite da massa.

Coloque o frasco numa área da casa mais aquecida ou, então, faça como eu, coloque o frasco em cima do router (box do serviço de tv).
12 horas depois, acrescente 60 gr de farinha e 60 gr de água, misture e tape.
24 horas depois, misture 60 gr de farinha e 60 gr de água. Misture bem e tape.
12 horas depois, já deve conseguir ver alguma atividade da massa.
Acrescente 60 gr de farinha e 60 gr de água. Misture bem e tape.
24 horas depois, a massa já deve estar cheia de bolhinhas de ar. Adicione 60 gr de farinha e 60 gr de água, misture bem e tape.

Nesta fase, o aroma será diferente, mais ácido.
12 horas depois, acrescente 60 gr de farinha e 60 gr de água, misture e tape.
24 horas depois, misture 60 gr de farinha e 60 gr de água. Misture bem e tape.
Ao fim do 5.º dia, a sua massa estará pronta a ser utilizada. Se não estiver, se não tiver dobrado o volume, não desista e continue o processo por 2 ou 3 semanas.
Quando estiver a crescer bem, com bolhinhas abundantes, guarde o frasco no frigorífico.

Para manter a sua massa mãe viva, tem que a alimentar a cada 15 dias. Para isso, retire-a do frigorífico na noite antes. De manhã, acrescente 60 gr de farinha e 60 gr de água, misture, tape e deixe descansar por 24 horas.
Por fim, para a utilizar, retire a quantidade que pretende e guarde o restante no frigorífico. Se não a utilizar, deite parte no lixo e guarde 200 gr.

Com isto estará a criar a sua cultura. É um processo químico natural. Então, se não correr bem à primeira, não desista. Quando acertar vai valer a pena e verá que até é um processo divertido que dependerá sempre de várias condicionantes, como a temperatura da sua casa e da sua paciência, por exemplo.

(Visto 69.926 vezes)

Artigos Relacionados

Penne à bolonhesa de soja: um prato rico em nutrientes!

Penne à bolonhesa de soja: um prato rico em nutrientes!

Esta receita de penne à bolonhesa de soja está próxima da perfeição… Sabe no que é que eu penso, sempre que me falam em ingredientes ricos em nutrientes? Bom, na verdade, o que não faltam são alimentos que servem como exemplo, mas um dos meus […]

Paella de marisco: para mimar todas as mães!

Paella de marisco: para mimar todas as mães!

De Espanha, vêm bons ventos… e ótimos pratos! Fique com esta receita de paella de marisco, para preparar no Dia da Mãe! Para si, o tempo quente rima com o quê? Há quem ache que tem tudo a ver com praia. Outros têm a certeza […]



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *