Vinhos de Talha da Adega José de Sousa reconhecidos lá fora!

Vinhos de Talha da Adega José de Sousa reconhecidos lá fora!

Há ótimas novidades para os vinhos portugueses: mais um importante reconhecimento internacional!

Que não haja dúvidas: os vinhos portugueses são mesmo uns dos melhores do mundo! Aliás, por esse motivo, é que são realizadas tantas iniciativas por estes país em que o néctar dos deuses (e que faz tão bem aos humanos…) é o grande protagonista! E eis que recebemos mais um reconhecimento importante – desta vez, foi para os vinhos de Talha da Adega José de Sousa.

O Guia de Compras da prestigiada publicação norte-americana Wine Enthusiast, publicado na edição de Novembro, incluiu quatro vinhos de talha produzidos pela Adega José de Sousa, pertencente à José Maria da Fonseca: o José de Sousa Puro Talha Tinto 2015, o José de Sousa 2016, o José de Sousa Mayor 2015 e o J de José de Sousa 2015.

Com 94 pontos, os destaques são J de José de Sousa 2015 e José de Sousa Mayor 2015. No J de José de Sousa 2015, a Wine Enthusiast realça o “vermelho das uvas Grand Noir que lhe dão uma cor densa, bem como a sensação de taninos poderosos. É rico, equilibrado com aromas de especiarias e groselha preta e um paladar estruturado e frutado”. No José de Sousa Mayor 2015, a publicação refere “parcialmente fermentado em ânfora de argila, este vinho envelhecido em madeira é denso e impressionantemente concentrado. Taninos poderosos acompanham os suculentos frutos pretos e a acidez, apontando para um futuro a longo prazo”.

Sobre o José de Sousa 2016, a quem atribuiu a classificação de 93 pontos, a Wine Enthusiast refere: “Este vinho rico e cheio está firmemente ancorado em taninos maduros. Tem concentração e uma textura densa em camadas com frutos pretos e acidez. Parcialmente fermentado em ânforas de argila, o vinho tem uma personalidade particularmente suculenta e também tem frescura”. Já o José de Sousa Puro Talha Tinto 2015 é um “vinho fascinante repleto de fruta. Tem um caráter mais rico do que o álcool sugere, denso e maduro, mas com apenas o mais leve dos taninos. Beba este já delicioso vinho agora”.

Esta gama de vinhos procura dar continuidade ao clássico Tinto Velho José de Sousa 1940, uma referência mítica do Alentejo. A produção da Adega José de Sousa remonta a pelo menos 1878, utilizando uma técnica tradicional de vinificação e um método de fermentação ancestral e raríssimo em ânforas de barro. A aquisição da Adega José de Sousa, em 1986, pela José Maria da Fonseca, permitiu importantes investimentos na vinha e na recuperação dos potes de barro, dando um novo fôlego a uma das mais antigas adegas do Alentejo.


Related Posts

Sangria: uma bebida perfeita para acompanhar um petisco português!

Sangria: uma bebida perfeita para acompanhar um petisco português!

Brinde ao nosso país com esta sangria, que conta com um ingrediente tão nosso, tão português! Receitas de sangria até podem existir muitas… Mas com um toque português, que até se torna perfeita para a próxima época dos santos populares… só mesmo as mais especiais! […]

As receitas de batidos que têm de fazer parte dos dias quentes!

As receitas de batidos que têm de fazer parte dos dias quentes!

As melhores receitas de batidos de fruta para refrescar! Hoje é daqueles dias em que está mesmo apetecer-me um batido doce e fresquinho . Por isso, lembrei-me de trazer até si 4 receitas de batidos de fruta. Costumo fazer em casa e adoro. São simples […]