Dilemas da juventude elevados ao expoente máximo em Despertar da Primavera

Dilemas da juventude elevados ao expoente máximo em Despertar da Primavera

É já hoje, dia 13 de julho, que a incontornável peça de Frank Wedekind, na versão do Teatro Praga, se estreia na cidade do Porto. Despertar da Primavera, uma Tragédia de Juventude estará em cena no Teatro Nacional São João (TNSJ) até ao dia 23 de julho, expondo os demais conflitos que um grupo de jovens vive durante a sua adolescência, sob um argumento sinestésico que conta com a tradução de José Maria Vieira Mendes.
O espetáculo “Dilemas da Juventude” marca o regresso do Teatro Praga ao palco do TNSJ, passados dez anos da estreia absoluta de O Avarento ou A Última Festa.

A cor rosa choque – capaz de espelhar o deslumbramento da juventude – prepara-se para tomar conta do palco da Casa, às quartas e sábados, às 19h00; quintas e sextas, às 21h00; e domingos, às 16h00, através da interpretação de André e. Teodósio, Cláudia Jardim, Cláudio Fernandes, Diogo Bento, João Abreu, Mafalda Banquart, Odete, Óscar Silva, Patrícia da Silva, Pedro Zegre Penim, Rafaela Jacinto, Sara Leite e Xana Novais.
A peça – redigida em 1891 – vai contar com tradução em Língua Gestual Portuguesa (LGP), no dia 16 de julho. Haverá ainda espaço para crianças e jovens entre os 6 e os 12 anos aprenderem um pouco mais sobre o espetáculo do dramaturgo alemão, através da participação numa oficina criativa, preparada especialmente para estimular a criatividade dos mais novos, agendada também para o dia 16 de julho, entre as 15h30 e as 17h30.

O preço dos bilhetes varia entre os 7,5 euros e os 16 euros.

(Visited 96 times, 1 visits today)